sac@lordellotreinamento.com.br
+55 11 4759 1939

Publicações

Dicas importantes segundo experiências vivenciadas.

Check list da carteira segura

Tenho ministrado vários cursos em grandes empresas, bancos e condomínios, sendo que o carro-chefe é o treinamento intitulado “Procedimentos de Segurança para o Cotidiano / Medidas Preventivas Contra Abordagens Criminosas”. No começo da palestra costumo dizer a seguinte frase: “A segurança começa dentro do lar, organizando sua carteira com foco em segurança”.

Nesse instante, vou propor ao leitor que realize várias mudanças em relação ao que carrega diariamente. Senão vejamos:

1) Cédula de Identidade: O volume de perda e subtração de RG em todo Brasil é astronômico. Temos que ter mais cuidado com esse importante documento, pois se cair nas mãos de um estelionatário, fatalmente trocará a fotografia e poderá fazer compras, abrir conta em banco ou até mesmo inaugurar uma empresa em seu nome, com a intenção de obter ganhos ilícitos. Se você for habilitado para dirigir veículos e já possui a nova CNH com foto escaneada, pode aposentar a Cédula de Identidade em casa. Agora, se você não tem habilitação, pode portar cópia autenticada do RG;

2) CIC / CPF: Como acabamos de dizer, a maioria das Cédulas de Identidade e a nova CNH já constam o número do CPF e desta forma não precisa portá-lo desnecessariamente. Tenho certeza que você não abre uma conta em banco ou uma empresa toda semana. Deixe seu CPF em casa, pois se perdê-lo poderá ter sérios problemas, se esse documento cair nas mãos de malandros;

3) CNH: A carteira de habilitação é um dos poucos documentos que não pode ser xerocopiado e nem plastificado. Com o advento do Código Nacional de Trânsito, foi inaugurada a nova CNH que vem com a foto estampada (não dá para ser trocada) e também consta o numero do RG e CPF do motorista. Portanto, para quem já possui a nova Carteira de Habilitação, pode aposentar em casa o RG e CPF. Perceba que estamos diminuindo o volume de sua carteira para você ter mais segurança no dia a dia;

4) Documento do Veículo (Porte Obrigatório): Um equívoco cometido por vários motoristas é carregar a documentação no porta luvas ou quebra sol do carro. Não dê chance para que manobristas com índole criminosa subtraiam seus documentos e pertences;

5) Cartão de Crédito: Responda sem pestanejar: Quantos cartões você tem na carteira nesse exato momento? É necessário portar tantos cartões magnéticos no dia a dia? A modalidade criminosa chamada de “seqüestro relâmpago” tem crescido assustadoramente. Como medida preventiva carregue apenas um cartão de crédito na carteira. Não se esqueça que você tem outras formas de pagamento, como cheque e dinheiro. Outro ponto importante é saber a senha de seu cartão de crédito, pois se você não sabe, todas as operadoras apresentam senha. Vítimas de seqüestro relâmpago que não sabiam as senhas de seus cartões passaram por situações difíceis com os bandidos. Portanto, cadastre e memorize ainda hoje suas senhas;

6) Cartão de Banco: O porte de muitos cartões de banco pode expô-lo ao perigo desnecessariamente. Os marginais costumam avaliar o padrão financeiro das vítimas através do volume de cartões que estão portando. Programe-se para carregar apenas um cartão de banco. Organize-se para ir menos aos caixas 24h. Lembre-se que os cartões de banco são “as meninas dos olhos” dos bandidos especializados na prática do seqüestro relâmpago;

7) Talão de Cheque: Crie o hábito de usar mais o seu talão de cheque, pois com isso você terá que ir menos ao banco ou caixa 24 horas. Muitos crimes são praticados quando os clientes deixam esses locais. A perda ou furto de um talão de cheque é facilmente bloqueado com um telefonema e como garantia deve a vítima registrar ocorrência na delegacia mais próxima. Acostume-se a portar duas ou três folhinhas de cheque e não o talonário completo;

8) Dinheiro: Após entrevistar centenas de vítimas percebi que a maioria portava número excessivo de cartões e pouca quantia em dinheiro. Isso é absolutamente errado. Na minha pesquisa, fiz a seguinte pergunta para cerca de 80 bandidos que praticam roubos nas ruas: “Qual o valor que se você encontrasse na carteira de uma vítima, a liberaria imediatamente?” A resposta ficou em torno de 100 a 200 reais em dinheiro. É óbvio que essa valor varia de acordo com o bairro, região e condição financeira de cada pessoa. Analisando centenas de boletins de ocorrência percebi que vítimas que portavam muitos cartões de crédito e de banco, ficaram horas nas mãos de marginais, sendo que aquelas que portavam mais dinheiro e menos cartões, permaneceram poucos segundos ou minutos.

Conclusão: Todos os dias, antes de sair de casa faça um check list em sua carteira, organizando-a com foco em segurança.

Dr. JORGE LORDELLO
Escritor Internacional
Pesquisador Criminal
Palestrante e Conferencista
Delegado de Polícia Licenciado
Consultor de Segurança
Apresentador do Programa Proteja-se

© Direitos Autorais Reservados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: