sac@lordellotreinamento.com.br
+55 11 4759 1939

Publicações

Dicas importantes segundo experiências vivenciadas.

Bando faz arrastão em condomínio de luxo no Morumbi

Jornal Repórter Diário
Ricardo Valota

Jóias, dois carros, sete celulares e mais o equivalente a R$ 100 mil em moeda nacional e estrangeira foram roubados nesta quarta-feira (13) à noite dos moradores da Rua Grumete Sandoval Santos, uma via de 300 metros de extensão no bairro do Morumbi, protegida por um suntuoso portão de ferro e a pouco mais de 200 metros de distância do Palácio dos Bandeirantes. Cerca de 30 homens fortemente armados invadiram pelo menos seis casas, segundo policiais militares, numa ação silenciosa que não deixou muitas pistas.

Os bandidos permaneceram na rua durante cerca de uma hora e meia, das 20h30 às 22 horas. Eram educados, de acordo com os moradores assaltados, e estavam bem vestidos. Nos últimos momentos do assalto, no entanto, ameaçaram suas vítimas.

A polícia ainda não sabe exatamente como a quadrilha agiu nem quantos criminosos pertencem ao bando. Os investigadores esperam agora coletar todas as fitas das câmeras de segurança das residências. Segundo um dos moradores assaltados, havia pelo menos nove criminosos na rua quando ele chegou do trabalho com seu BMW. Ele foi rendido e, depois de roubado, um criminoso o trancou com seus parentes no quarto da empregada.

A Rua Grumete Sandoval Santos tem cerca de 20 casas. Eline Gonçalves Pereira mora há 20 anos lá. “Foi meu genro quem fez o loteamento na década de 70”, afirma ela, que não teve sua residência invadida. Eline jantava no momento em que os bandidos faziam o arrastão e diz que não ouviu “um pio vindo lá de fora”.

“Nunca tivemos problema aqui, ainda mais por estar perto do Palácio dos Bandeirantes”, diz. “Há menos de dez anos os moradores se uniram para colocar um portão na entrada da rua, para aumentar a segurança. Mas não adianta colocar o mais moderno aparelho de segurança, subir muros, nada. Até atrai mais Hoje em dia em São Paulo, se os assaltantes quiserem entrar, eles entram de qualquer forma.”

A moradora afirma que “ouviu dizer” que mais de dez casas foram invadidas, mas que muitos de seus vizinhos preferiram não prestar queixa com medo de represálias. “O pessoal fica com mais medo né”, conta. “Aquele clima tranqüilo que tinha aqui ficou um pouco abalado.” Até agora à noite, os dois carros de moradores levados pelos criminosos – um Citröen verde e um Fox preto – não haviam sido localizados.
» Insegurança

Há dois anos, o especialista em segurança Jorge Lordello pesquisa dados referentes a assaltos a condomínios de São Paulo. Segundo ele, com base em boletins de ocorrência, 54% das invasões ocorrem entre as 18h30 e 23 horas, período em que os moradores da Rua Grumete Sandoval Santos foram rendidos. As invasões também ocorrem principalmente pela portaria (51%), onde vigias são facilmente rendidos. “No mercado de segurança, há uma moda de colocar segurança na porta achando que vai melhorar a proteção”, diz. “Mas o despreparo desses vigias, que estão desarmados, ajuda os criminosos.” (AE)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: