sac@lordellotreinamento.com.br
+55 11 4759 1939

Publicações

Dicas importantes segundo experiências vivenciadas.

Santo André investe R$ 892 mil em câmeras

Diário Regional
Por: Vladimir Ribeiro

A Prefeitura de Santo André irá instalar 19 câmeras de monitoramento em pontos estratégicos da cidade. A intenção é coibir a violência e agilizar o atendimento a ocorrências, como acidente de trânsito ou incêndios.

A ação faz parte dos projetos implementados por meio do Programa Nacional de Segurança Público com Cidadania (Pronasci), do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) da Segurança.

A vencedora da licitação é a Net Telecom Informática, que terá três meses – a partir da assinatura do contrato – para efetuar o serviço, ao custo de R$ 892,2 mil.

Segundo o diretor comercial da empresa, Luiz de Oliveira, trabalhos como este já foram realizados em Santos, Mauá e em algumas localidades de Santo André. “No município da baixada instalamos 28 câmeras em 45 dias.

Este tempo maior para Santo André é por conta da dificuldade atual de conseguir a matéria-prima”, explicou.

O monitoramento das câmeras será feito pela Guarda Civil Municipal, que acionará o órgão responsável para a solução dos problemas.

Dentre os locais em que serão instalados os equipamentos estão as regiões da avenida Industrial, D. Pedro II, rua dos Coqueiros, próximo à estação de Santo André e da Igreja do Bom Fim.

Os pontos foram definidos em conjunto com as polícias Militar, Civil e outros órgãos que integram o Gabinete de Gestão Integrada Municipal.

Para o especialista em segurança pública e delegado licenciado Jorge Lordello, o monitoramento por câmeras é o futuro da segurança pública, pois, desta forma, é possível inibir e obter imagens de práticas criminosas, além de controlar o trânsito.

“Hoje a Companhia de Engenharia de Tráfego faz o controle do trânsito por meio de câmeras”, destacou.

Porém, Lordello alerta que o profissional que fará o monitoramento desses aparelhos deve receber um treinamento especializado para obter o melhor ângulo e foco possível.

“O equipamento não funciona sozinho. É necessária uma pessoa treinada para obter uma boa imagem”, ressaltou.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Santo André informou que irá esperar o final do processo de licitação para adiantar detalhes do projeto.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: