sac@lordellotreinamento.com.br
+55 11 4759 1939

Publicações

Dicas importantes segundo experiências vivenciadas.

#Vazajato só aconteceu por falta de prevenção digital de quem usava o telegram

O Whatsapp e o Telegram são dois dos mais populares aplicativos usados, quase que diariamente, por grande parte dos brasileiros para comunicação rápida entre os que são usuários de aparelhos celulares.

O que pouca gente sabia é que esses Apps podiam ser clonados ou invadidos com tanta facilidade.

O ex-juiz Sérgio Moro e dezenas de procuradores da república que o digam. Eles descobriram, da pior forma possível, que o mundo virtual sempre apresentará vulnerabilidades, principalmente se os usuários não focarem em segurança digital.

Moro postou em seu perfil no Twitter, em 25.07.19, às 14h04, a seguinte mensagem:

“Pelo apurado, ninguém foi hackeado por falta de cautela. Não se exigia nenhuma ação da vítima. Não havia sistema de proteção hábil. Há uma vulnerabilidade detectada e que será corrigida graças à investigação da Polícia Federal”.

Em razão de tais declarações, percebe-se que o atual Ministro da Justiça conhece pouco sobre segurança digital em relação aos comunicadores já mencionados.

É importante frisar, que a ação preventiva de quem não quer se tornar vítima é fundamental tanto no mundo real, como também no virtual; o nome dessa ferramenta é proatividade, ou seja, tomar atitude em prol da segurança pessoal antes que o indesejado aconteça.

Os aplicativos fornecem, gratuitamente, a chamada verificação em duas etapas. Utilizando essa função, fica bem mais difícil, ou até mesmo impossível, invadir a conta de um usuário com a facilidade que os bandidos virtuais de Araraquara fizeram. Depois de habilitado, será necessário o código SMS enviado ao usuário da conta e também de uma senha secreta anteriormente criada.

Sérgio Moro usava o APP Telegram. Para ativar a verificação em duas etapas, deveria ter seguido os seguintes passos:

1) Acessar o menu inicial

2) Selecionar a opção Configurações

 3) Em seguida ir para Privacidade e Segurança

 4) Acessar a Verificação em Duas Etapas

5) Próximo passo é criar senha pessoal

6) Confirmar a senha

Portanto, a ação segura frente a meios digitais é fundamental. Posso garantir que a maioria dos golpes virtuais – alguns deles geram prejuízos de milhões de reais – podem ser evitados se o usuário tiver cautela na hora de aceitar um vídeo ou abrir anexo suspeito ou de pessoa desconhecida, por exemplo.

Outro ponto fundamental, é o desinteresse das pessoas em buscar informações sobre os recursos de segurança fornecidos pelos aplicativos ou sites de bancos.

Para finalizar, cito o exemplo do carro blindado, que é o melhor equipamento para proteção de motoristas. De outra sorte, encontramos centenas de boletins de ocorrências de condutores que foram assaltados e perderam relógios e carteiras pois esqueceram o vidro um pouco aberto, a porta destrancada ou, simplesmente, resolveram, em razão de pressa ou qualquer outro motivo, descer do carro em local de muito movimento.

Os equipamentos de segurança, sejam físicos ou digitais, não funcionam sozinhos, ou seja, a interferência do usuário será sempre necessária para aumentar o nível de segurança.

JORGE LORDELLO
Pioneiro em Palestras “in company” sobre Segurança Pessoal e Patrimonial
Especialista em Segurança Pública e Privada
Palestrante e Conferencista
Escritor Internacional e Articulista com mais de 2500 artigos publicados
Pesquisador Criminal
Conhecida na mídia como “Doutor Segurança”
www.lordellotreinamento.com.br
jlordello@uol.com.br

Deixe uma resposta

Obrigado por adquirir este produto do Método Lordello. Esperamos que tenha um ótimo aprendizado. Dispensar

%d blogueiros gostam disto: