sac@lordellotreinamento.com.br
+55 11 4759 1939

Publicações

Dicas importantes segundo experiências vivenciadas.

Comprou carro através de anúncio na internet e depois descobriu que era clonado

Recentemente, recebi mensagem privada de seguidor do meu perfil no Instagram @jorgelordellooficial narrando grande prejuízo sofrido ao comprar carro usado no valor de R$ 40 mil através de site de anúncios de veículos.

Observe como a vítima foi ludibriada pelo golpista:

“Fiquei interessado em carro anunciado na internet em São Paulo com baixa quilometragem. O vendedor alegava que, por motivo de segurança, somente mostraria o carro no estacionamento de um shopping. Achei extremamente normal essa prática e agendei encontro numa terça-feira pela manhã. O auto realmente estava em excelente estado de conservação; o odômetro marcava pouco mais de 10 mil quilômetros rodados. Dei uma volta com o veículo pelas redondezas do shopping e após negociar o valor, resolvi fechar o negócio. O vendedor pediu meus dados para preenchimento do DUT(documento único de transferência) e assim marcamos para o dia seguinte o pagamento. O dono do carro ficou de ir ao cartório de registros reconhecer a firma de sua assinatura e trazer laudo de vistoria cautelar. No outro dia nos encontramos na porta da agência bancária onde tenho conta corrente e aplicações financeiras. A pedido do vendedor, já tinha avisado o gerente para disponibilizar o devido valor da transação em moeda corrente. Munido de todos os documentos necessários, efetivamos o negócio dentro do banco e no dia seguinte fui ao cartório reconhecer firma de minha assinatura, o que é obrigatório para efetivar a transferência do bem junto ao Detran. O problema, é que o funcionário, ao verificar minuciosamente o DUT, alegou que o selo do cartório onde o vendedor teria reconhecido firma apresentava sinais de adulteração. Entrei em pânico e fui direto para uma empresa de vistoria cautelar em meu bairro, onde constataram que o veículo apresentava numeração de chassi com sinais de adulteração, numeração de motor e câmbio raspados e que o laudo que eu havia recebido do vendedor era falsificado, ou seja, tratava-se de auto clonado”.

Amigo leitor, a efetivação de compra de auto usado requer algumas cautelas simples para se ter certeza da origem, senão vejamos:

1) Antes de realizar pagamento, leve o carro a mecânico de sua confiança para ter certeza que está em bom estado de conservação.

2) Acertado o valor da aquisição, vá com o vendedor a uma empresa especializada em perícia veicular autorizada pelo Detran e aguarde a confecção do laudo que vai atestar se o veiculo está regular ou não.

3) Comprador e vendedor devem ir juntos a um cartório de registros para reconhecer ambas assinaturas no DUT.

4) Em seguida, chegou a hora do pagamento; para tanto, ambas as partes devem se dirigir à agência bancária do comprador, onde será efetivado

5) Por último, o vendedor, já em posse do valor combinado, entrega as chaves do veículo e o DUT ao comprador para que ele providencie, no prazo de até 30 dias, a transferência para seu nome junto ao Detran.

JORGE LORDELLO
Pioneiro em Palestras “in company” sobre Segurança Pessoal e Patrimonial
Especialista em Segurança Pública e Privada
Palestrante e Conferencista
Escritor Internacional e Articulista com mais de 2500 artigos publicados
Pesquisador Criminal
Conhecida na mídia como “Doutor Segurança”
www.lordellotreinamento.com.br
jlordello@uol.com.br

Deixe uma resposta

Obrigado por adquirir este produto do Método Lordello. Esperamos que tenha um ótimo aprendizado. Dispensar

%d blogueiros gostam disto: